O que é o hidrogénio?

abastecer hidrogénio

Aqui explicamos como é composto o hidrogénio e como o encontramos na natureza. Será que podemos nadar em hidrogénio? 🙂

O hidrogénio não é água

Ainda existe o preconceito entre a sociedade que o hidrogénio é água. Muitas pessoas acreditam que podem reabastecer o seu futuro veículo apenas usando a mangueira do jardim.  Mas se não é água, então vejamos o que é.

Talvez te lembres das aulas de química. O hidrogénio é o primeiro elemento da tabela periódica e está representado pela letra H. Quando ouvimos falar em hidrogénio normalmente é sobre o hidrogénio elementar (H2), também conhecido pela molécula de hidrogénio ou o dihidrogénio. Trata-se de uma molécula constituída por 2 átomos de hidrogénio ligados entre si. É bastante comum referirmos ao gás hidrogénio, dado que se encontra sob a forma de gás à pressão atmosférica e à temperatura ambiente.

O elemento mais abundante

Algumas marcas automóveis gostam de afirmar que o hidrogénio é o elemento mais abundante no Universo. Na realidade  trata-se do elemento químico mais abundante do universo, representando 75% da massa total. O que muitas vezes não é explicado é que o hidrogénio não se encontra em estado livre na natureza, mas sim ligado a outros elementos. Ele está presente em quase todas as substâncias: organismos, água (H2O), combustíveis fósseis, animais, plantas, pessoas, entre outros.

Toyota Mirai na estação de hidrogénio em Bruxelas

O Toyota Mirai na estação de hidrogénio em Bruxelas.

Outro equívoco muito comum em relação ao hidrogénio é que necessitamos não apenas do elemento H para abastecer um automóvel, mas sim do hidrogénio elementar (H2). Como este não se encontra em estado livre na natureza é preciso extraí-lo dos outros elementos através de processos que consomem energia.

Portador de energia

O H2 não é uma fonte de energia, mas sim um portador de energia. Isto porque, consumimos energia (gás natural, eletricidade) para produzir H2. É portanto, um vector energético que permite armazenar grandes quantidades de energia através de qualquer fonte de energia.

VEJA TAMBÉM: Todos os carros a hidrogénio à venda

O hidrogénio é gasoso, incolor, inodoro, sem sabor, altamente inflamável, invisível e liquidificado a temperaturas muito baixas (-253ºC).

Baixa densidade energética

O gás de H2 é o elemento mais leve de todos os gases, tem uma densidade muito baixa à pressão atmosférica. Por esta razão, o gás armazenado dentro de um tanque de um automóvel está comprimido a uma pressão de 700 bars, 700 vezes mais que a pressão atmosférica. Isto é demasiado pressão! Para armazenarmos uma quantidade suficiente de energia, teremos que ter um tanque de dimensões consideráveis. A nova geração de carros a hidrogénio consegue armazenar gás suficiente para uma autonomia de 500 km.